Mar de Ideias

Ir para o Conteúdo Principal »

Busca no Site

Você está agora em:

Tamen Tabu

Tamen Tabu

Duplo clique na imagem acima para visualizá-la maior

Reduzir
Aumentar

Mais Visualizações

Tamen Tabu

Enviar para um amigo

Seja o primeiro a comentar este produto

Disponibilidade: Em Estoque.

Preço Normal: R$38,00

Preço Promocional: R$26,60

Acrescentar itens ao carrinho
OU

Descrição Rápida

DEGUSTE as primeiras páginas do livro aqui: clique na imagem abaixo.

 

[QUARTACAPA] 

 

"A palavra transforma-se em poesia. A poesia transforma-se em palavra: prazer. Porque é agradável ler a poesia de Luiz Eduardo. Neste livro, as palavras deixam de ser mero grafismo impresso ou visual. Nas poesias reunidas, ganham um caráter sinestésico do Concretismo. Mas vão além disso, ao provocarem, fazerem rir ou pensar sobre vários assuntos do nosso cotidiano. O autor mostra-nos que há poesia em todo o lugar."

KARENINE MIRACELLY ROCHA DA CUNHA é jornalista e doutora em Ciências da Comunicação pela USP. Autora do livro “Da informação à comunicação: Acontecimentos do jornalismo”. 

 

"Luiz Eduardo oferece a seus leitores a possibilidade de caminhar em direção à instabilidade e às angústias que pertencem ao Homem em sua condição de ser vivente. Servindo--se de um jogo extraordinário de frases e palavras, o poeta “gargalha versos”, em ritmo, muitas vezes, musical. Em imagens, formas, busca o lugar da palavra no espaço da poesia.Artistas como ele são capazes de nos provocar formidáveis sensações de espanto, ao nos defrontarem com elementos significativos e universais."

ANA MARIA QUEIROZ é doutora em Letras Vernáculas / Língua Portuguesa pela UFRJ 

Descrição do Produto

AUTOR: LUIZ EDUARDO LOPES

Bacharel em Ciências Militares pela Academia Militar das Agulhas Negras. Mestre profissional em Operações Militares pela Escola de Aperfeiçoamento de Oficiais, com pesquisa na área da Psicologia Comportamental voltada para a Liderança. Pós-graduado em Comunicação Social pelo Centro de Estudos de Pessoal. Aluno de graduação em Letras pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro. É metido a escrever versos desde os nove anos de idade, mas foi depois de uma psicanálise começada em 2007 e começada, pra valer, em 2013, por e-mail, do Sudão do Sul, que resolveu entender o sujeito humano, pra se desentender cada vez mais. Os versos passaram a fazer parte da estrada.

 

[PREFÁCIO]

"Luiz Eduardo Lopes. Poeta novo? Novo Poeta? Isso não vem ao caso. Surpreendente ele o é com a máxima certeza! Sua poesia, que perpassa aqui e ali por tantas já consagradas, que passeia livre por vários estilos com enorme desenvoltura, visitando de Cruz e Souza a Leminski, dando alô a Camões, reverenciando o(s) Pessoa(s), consegue, ainda, assim, deslumbrar o leitor pela re-renovação, pela des-construção, pelo não medo de ousar e pelo total domínio da palavra, instrumento do qual se utiliza com destreza para esculpir seus versos, para registrar espantos, para extravasar sensações, para cuspir desagrados, para fugir de suas verdades, para mentir com veracidade. A palavra o desafia, e ele se mostra sem medo de enfrentá-la.

O poeta Luiz Eduardo, que ora nos brinda com sua obra, parece pertencer a uma vertente contemporânea presente em diferentes formas de manifestações artísticas. Sua poesia impactante remete, por exemplo, às criações plásticas de Hélio Oiticica, Adriana Varejão e Tunga cujos trabalhos, por exibirem enorme densidade no discurso pictórico, causam diferentes estranhezas propositais àqueles que têm o privilégio de adentrar por seus caminhos criativos.

Impressiona, sobremaneira, a desenvoltura com que este poeta contemporâneo viaja do Simbolismo ao Concretismo, passando pelo Modernismo, sem deixar o romantismo de lado. Seus sonetos, apesar de obedecerem à rigidez formal obrigatória, aparecem com cara de discussão informal. Seus poemas concretos, paradoxalmente, brincam na folha de papel, falando sério. Enfim, a todo momento , sua poesia nos surpreende e nos fala. E fala alto!

A nota do autor, que propositalmente vem no fim do livro, explica que “a palavra é uma coisa doida”. Compreende-se perfeitamente essa afirmação de Luiz Eduardo que, através do seu fazer poético, consegue “endoidecer” o leitor pelas múltiplas possibilidades por ele encontradas de nos dizer e fazer perceber o seu/nosso mundo interior/exterior.

Ler poesia não é nada fácil. Analisá-las não é simples. Decifrá-las completamente – impossível! Captar sua essência é processo... “Um bom poema não se esgota! Ele cria modelos de sensibilidade. Parece falar de tudo e nada ao mesmo tempo!” (PIGNATARI, 2006). Por isso, caro leitor, não pretenda compreender tudo, principalmente em uma primeira leitura. Deixe-se levar pela força da palavra que o atrai como ímã, permitindo-se “enlouquecer” pelos seus inúmeros sentidos simbólicos; excite a mente com as impressões causadas pelas sinestesias; atente para as provocações das imagens sonoras, sobretudo nas pertinentes aliterações tão bem pensadas pelo autor; surpreenda-se com os poemas concretos, primeiramente pela percepção criativa no espaço físico da página, depois tentando montar/desmontar o quebra-cabeça criado por palavras e/ou fragmentos delas, através dos sentidos e semelhanças fônicas. 

Espante-se! Emocione-se! Chore! Ria! Grite de raiva! Sinta prazer! Só não vale ficar indiferente.

TAMEN? Sim! TABU? Não mais!  

'Psi...U!' 'Ei, você, tudo bem?'

Tudo ótimo! 

'Deus É Grande! – AllahuAkbar! – Eu É Grande!'

Luiz Eduardo Lopes É Grande Poeta!

Poeta nato! Poeta aprendiz! Poeta leitor! Poeta cronista! Poeta fingidor! Poeta verdadeiro! Poeta ventríloquo! Poeta explosão! Poeta arquiteto! Poeta construtor! Poeta artesão! Poeta apaixonado! Poeta apaixonante! Poeta – simplesmente poeta."

 

REGINA COELI DE ANDRADE MACIEL RIBEIRO: Professora de Língua Portuguesa e Literaturas, é especialista em Língua Portuguesa e Literatura Infanto-Juvenil. Professora aposentada do Colégio Pedro II e do Colégio de Aplicação da UERJ.

Foi Coordenadora de Português no Colégio Pedro II, onde também criou e dirigiu o Projeto Fazendo Arte – a força da palavra, visando a sensibilizar os alunos como o público em geral para a Arte, através da palavra falada/cantada.

Idealizou e realiza o Projeto Múltiplas Vozes (Oficina de Textos e “Workshops” literários), objetivando a estimular o gosto pela leitura, pela Literatura e pelas múltiplas formas de Arte.

Informações Adicionais

Autor (a) Luiz Eduardo Lopes
ISBN 9788560458684
Formato 14x21
Páginas 64

Você pode também estar interessado nos seguintes produtos

Dez Contos de Humor

Dez Contos de Humor

Preço Normal: R$24,00

Preço Promocional: R$16,80

Dez Contos de Terror

Dez Contos de Terror

Preço Normal: R$28,00

Preço Promocional: R$19,60

Dez Contos Policiais

Dez Contos Policiais

Preço Normal: R$28,00

Preço Promocional: R$19,60

 

Tags do Produto

Acrescentar suas Tags:
Utilize espaços para separar tags. Utilize aspas simples (') para frases.
 

Meu Carrinho

Você não tem itens no seu carrinho de compras.